Pages

Subscribe:

segunda-feira, 2 de julho de 2012

PIADINHAS

Um gay viajava de avião quando disse para seu namorado o que seu maior desejo era transar com ele nas alturas. O namorado disse que não era possível, pois o avião estava lotado. Porém, o gay insiste dizendo que todo mundo estava dormindo,inclusive a tripulação, pois era aniversário do comandante e o champanhe tinha rolado direto e o avião estava até no piloto automático, etc. Para provar que era verdade ele se levanta e pergunta: - Alguém aí tem um lenço? Silêncio total, nenhuma resposta. O namorado se convence, puxa o gay e senta a pimba. Duas horas depois uma comissária resolve dar uma geral no avião e encontra um velhinho tremendo. Ela pergunta:

- O senhor está doente? Está sentindo alguma coisa?

E o velhinho:

- Não minha filha, eu só estou com muito frio porque este ar condicionado está muito forte.

- E porque o senhor não pediu um cobertor?

- Minha filha, um cara ali pediu um lenço e comeram o rabo dele.......imagina se eu pedisse um cobertor!!


Chegando em Porto Seguro, Pedro Álvares Cabral foi ate um índio:
- Ora, pois ... Nativo desta terra tão bela... Como te chamas?
- Índio chamar Bah! - responde ele, rapidamente/curto e grosso.
- Bah? - perguntou o português, surpreso
Tudo bem, tudo bem!
- Preciso de um favor seu, senhor Bah!
- Bigodudo falar, Bah escutar...
- A vela do meu barco rasgou! Sabe como é, venta muito por aqui... Preciso que você vá nadando até aquele outro navio
e avise os meus companheiros que descobrimos uma nova terra!
- O que Bah ganhar com isso?
- Como homenagem a vossa senhoria e para que todos se lembrem que Bah foi até o outro lado da praia para oficializar esta
descoberta, essa terra se chamará Bahfoi!
- , não, Bah não quer ir ... Bah ter muita preguiça ... Bah não ser muito chegado a trabalho! Melhor o senhor chamar essa terra de Bahia!!!!!!
Tem nada pra faze aqui no trampo mesmo...vai mais algumas..

O EMPRESÁRIO E O MINEIRIM:

Num certo dia, um empresário viajava pelo interior de Minas.
Ao ver um peão tocando umas vacas, parou para lhe fazer algumas perguntas:
- Voce poderia me dar umas informações?
- Claro, sô!
- Essas vacas dão muito leite?
- Qual que o senhor quer saber: as maiáda ou as marrom?
- Pode ser as malhadas.
- Dá uns 12 litro por dia!
- E as marrons?
- Tamém uns 12 litro por dia!
O empresário pensou um pouco e logo tornou a perguntar:
- Elas comem o quê?
- Qual? As maiáda ou as marrom?
- Sei lá, pode ser as marrons!
- As marrom come pasto e sal.
- Hum! E as malhadas?
- Tamém come pasto e sal!
O empresário, sem conseguir esconder a irritação:
- Escuta aqui, meu amigo! Por quê toda vez que eu te pergunto alguma coisa sobre as vacas você me diz se quero saber das malhadas ou das marrons, sendo que é tudo a mesma resposta?
E o matuto responde:
- É que as maiáda são minha!
- E as marrons?
- Tamém!
__________________________________________________________

INDO PARA A PESCARIA...

Os dois mineiros se encontram no ponto de ônibus em Varginha para uma pescaria.
- Então cumpadi, tá animado? pergunta o primeiro.
- Eu tô, home!
- Ô cumpadi, pro mode quê tá levano esses dois embornal?
- É que tô levano uma pingazinha, cumpadi.
- Pinga, cumpadi? Nóis num tinha acertado que num ia bebê mais?!
- Cumpadi, é que pode aparece uma cobra e pica a gente. Aí nóis desinfeta com a pinga e toma uns gole que é pra mode num sinti a dô.
- É... e na outra sacola, o que qui tá levano?
- É a cobra, cumpadi. Pode num tê lá..

A PROFESSORA CHEGOU NA SALA DE AULA E TINHA UM XIXI DO LADO DO QUADRO..
ELA FICOU PUTA, MUITO NERVOSA.

AE PERGUNTOU QUEM TINHA FEITO AQUILO.

NINGUEM RESPONDEU

AE ELA FICOU MAis NERVOSA AINDA.

GRITOU

EU VO APAGAR A LUZ

QUANDO EU ACENDER

QUERO QUE QUEM FEZ ISTO VENHA AQUI E LIMPE.

AE APAGOU A LUZ.

2 MIN DEPOIS

ACENDEU

AE TINHA OUTRO XIXI

E UM DIZER NO QUADRO

"O MISTERIOSO MIJAO ATACA NOVAMENTE"


Um fazendeiro estava levando suas vaquinhas para um passeio quando ele ve um rio e um menino sentado brincando.
Ele decide ir até o menino e pergunta:

- Oi, sabe me dizer se esse rio é fundo?
- Olha... as cria do meu pai passa e a agua bate no peito!

Então o fazendeiro decide guiar as vaquinhas atravez do rio, enquanto faz isso ele se assusta e percebe que as vaquinhas começam a morrer afogadas, ele grita com o menino:

- SEU PAI CRIA O QUE MULEKE???
- Pato!


------------


Um dia um caipira chegou para a mulher e disse:
Muié, tô indo trabaiá i só vorto di noiti.
Quando saiu de casa ao invés de ir para roça, subiu em um pé de manga e ficou escondido.
De repente aparece um negão, vai até o pé de manga e nem percebe que o
caipira estava lá.
Pega uma manga e começa a chupar, pega mais uma, pega outra.., aí a mulher do caipira aparece e diz:
- Pode vir negão, ele já foi!
E o negão entra na casa do caipira. O caipira, puto da vida, desce da árvore, pega um facão e entra na casa. Quando ele abre a porta vê o negão chupando os peitos da sua mulher, então levanta o facão e diz:
- Vai morrêêêê negão!!!
Nisso o negão saca um 38 da cintura, aponta pro caipira e diz:
- Por que eu vou morrer?
E o caipira:
- Chupô treis manga e agora tá tomando leite. Assim tu vai morrê negão,manga com leite faiz mar...


Nunca tinha entendido por que as necessidades sexuais dos homens e das mulheres são tão diferentes. Nunca tinha entendido tudo isso de Marte e Vênus. E nunca tinha entendido por que os homens pensam com a cabeça e as mulheres com o coração.

Uma noite, semana passada, minha mulher e eu estávamos indo para a cama.

Bom, começamos a ficar à vontade, fazer carinhos, e nesse momento, ela para e fala:

"Acho que agora não quero, só quero que você me abrace".

Eu falei: "O QUEEÉ???"

Ela falou: "Você não sabe se conectar com as minhas as necessidades emocionais como mulher".

Comecei a pensar no que podia ter falhado. No final, assumi que aquela noite não ia rolar nada, virei e dormi.

No dia seguinte fomos a um grande hipermercado, do tipo Macro, com muitas lojas dentro dele. Dei uma volta enquanto ela experimentava três modelitos caríssimos. Como não podia decidir por um ou outro, falei para comprar os três. Então ela me falou que precisava de uns sapatos que combinassem, a R$ 200 cada par, respondi que tudo bem. Depois fomos à seção de joalheria, de onde saiu com uns brincos de diamantes. Estava tão emocionada!

Deveria estar pensando que fiquei louco, agora penso que estava me testando quando pediu uma raquete de tênis, porque nem tênis ela joga.

Acredito que acabei com seus esquemas e paradigmas quando falei que sim.

Ela estava quase excitada sexualmente depois de todo isso; vocês tinham que ver a carinha dela, toda feliz!

Quando ela falou: "Vamos passar no caixa para pagar", tive dificuldade para me segurar ao falar com ela:

"Não, meu bem, Acho que agora não quero comprar tudo isso".

Ela ficou pálida. Ainda falei:

"Só quero que você me abrace ".

No momento em que começou a ficar com cara de querer me matar, falei:

"Você não sabe se conectar com as minhas necessidades financeiras como homem..."

0 comentários:

Postar um comentário